• Jogos e Brincadeiras

O desenvolvimento psicomotor é à base da relação entre a criança com o mundo, pois é através do seu corpo que ela vai relacionar tudo o que acontece ao seu redor.

Através de jogos e brincadeiras o desenvolvimento psicomotor contribui para as relações entre a psique (o que a criança pensa) e a ação motora (os movimentos realizados por ela).

O aspecto cognitivo se refere ao desenvolvimento do intelecto durante as atividades lúdicas. As crianças aprendem brincando, aumentam seu conhecimento através das brincadeiras e podem vivenciar a aprendizagem.

A criança quando brinca tem prazer nisso, aos dois anos idade período inicial da segunda infância, através de jogos e brincadeiras ela obtém uma percepção geral de si mesma, de seu relacionamento com as pessoas, objetos e situações vividas. À medida que seu crescimento fisiológico acontece, a criança, através de estímulos adquiri habilidade sensório-motoras, é através desses estímulos que a criança aprenderá a conviver com todos. Nesta fase a criança está cheia de energia e entusiasmo, imitação e imaginação sem fim. Por isso, a Escola Infantil Planeta Criança estimula desde a primeira infância, a psicomotricidade, o movimento, a fala, a descoberta, a música, o ouvir, o brincar, o lúdico. Essas realizações ajudam a criança a se comportar com segurança e confiança, desenvolvendo a formação da personalidade, respeito ao próximo e as regras, “valores”, o compartilhar com outras crianças é muito valorizado. Nesta fase a criança aprende a se expressar e desenvolve também a linguagem oral, equilíbrio emocional, assimilando todo o conteúdo pedagógico com mais facilidade, resultando assim, em um pleno aprendizado.

Através do lúdico (jogos e brincadeiras), trabalhamos como, por exemplo:

• Movimento – as habilidades motoras, algumas são iniciadas dentro do ventre materno, quando a criança nasce este desenvolvimento continua. O brincar, jogar bola, dançar, correr, pular, subir/descer, abrir/fechar, fazem parte do mundo motor em que a criança vive;
• A fala – o teatro de fantoches, as músicas cantadas, as informações dadas como: “vamos comer”, “vamos tomar água”, enriquecem e desenvolve o falar;
• Audição – através da música e da própria fala desenvolve este sentido;
• A visão- objetos coloridos, jogos de encaixe, jogar bola, estimulam as crianças a enxergarem e também dá a noção de distância e propriocepção corporal (distância do objeto e do seu próprio corpo) etc.;
• As cores – o “Elefante Colorido”, jogos de encaixe, placas, bolinhas, bexigas, músicas, massinhas, frutas e etc.; escolhemos uma cor e apresentamos essa cor em diferentes situações, após o brincar, as crianças reproduzem no concreto tudo que aprendeu;
• A matemática – também é trabalhar de forma divertida, desde contar o degrau da escada, os alunos da sala, pedacinhos de frutas no prato, músicas, jogos de encaixe entre outros, facilita assim a introdução dos números na vida das crianças;
• Brincar de casinha, carrinhos, compras – tudo que envolve o brincar auxilia o desenvolvimento emocional da criança, nestas brincadeiras a criança desenvolve também suas habilidades motoras, visuais, auditivas, táteis, além dos pensamentos, ideias, criatividade, memória, ajudando assim a se expressar.

Para Oliveira: “A criança quando brinca aprende a se expressar no mundo, criando ou recriando novos brinquedos e com eles, participando de novas experiências e aquisições. No convívio com outras crianças trava contato com a sociabilidade espontânea, ensaia movimentos do corpo, experimenta novas sensações (1984, pg 43)”

Somos uma Escola para Brincar... Aprender...Viver.